top of page

Nossas operações

Unidade de mineração
Unidade de mineração

Unidade de Mineração

Localizada nos municípios de Araçuaí e Itinga, nossa mina subterrânea – denominada Mina da Cachoeira – possui galerias que atingem até 220 metros de profundidade e 14 quilômetros de extensão. 

A lavra é feita pelo método sublevel stoping, com padrões extremos de segurança, o que inclui equipamentos comandados por controle remoto, perfuratrizes Jumbo e Fandrill, software de sequenciamento de lavra, estudos e acompanhamento geomecânico. Recentemente, implantamos um sistema de monitoramento geomecânico dinâmico microssísmico, nos tornando uma das poucas minerações brasileiras a utilizar esta tecnologia.

Os pegmatitos litiníferos da Mina Cachoeira são de excelente qualidade. Na sua composição, encontramos quartzo, feldspato, mica e o espodumênio, de onde é extraído o lítio. Depois da lavra, os pegmatitos seguem para a usina de beneficiamento, onde o mineral passa por britagem, classificação granulométrica e concentração, utilizando meio denso, ore sorting ótico e raio x.

mina29.jpg

Mina da Cachoeira

Extensão das galerias: 14km

Profundidade igual da operação: 220m

Recursos medidos + indicados: 4,5 milhões toneladas (Pegmatito Litinífero @ 1,4% de Li2O).

Capacidade: 45 mil ton/ano de Concentrado de Espodumênio @ 5.5% Li2O

mina29.jpg
Planta química

Unidade Planta Química

Localizada no município de Divisa Alegre, a cerca de 180 km da unidade de Mineração, na Planta Química, o concentrado de espodumênio é convertido em compostos químicos de lítio de alta pureza. Utilizamos a rota ácida – a mesma utilizada majoritariamente pelos produtores mundiais – com adaptações e melhorias desenvolvidas internamente pelo nosso setor de pesquisa e desenvolvimento (P&D).

O processo de obtenção dos compostos químicos passa por várias etapas em diferentes áreas: 

  • Pirometalurgia – É nessa área onde todo o processo se inicia. O concentrado de espodumênio é calcinado e sulfatado com ácido sulfúrico, produzindo sulfato de lítio. Por ser uma etapa altamente consumidora de energia, continuamente buscamos reduzir o uso de combustíveis fósseis, maximizando o uso de biomassa e energia elétrica gerada a partir de fontes renováveis;

  • Carbonatação – Nessa etapa, a solução de sulfato de lítio, após lixiviação e filtragem, reage com o carbonato de sódio formando o carbonato de lítio;

  • Refino – Área onde o carbonato de lítio passa por diversos processos como filtragem, purificação físico-química, centrifugação, bicarbonatação e troca iônica, atingindo os diferentes níveis de pureza exigidos em cada um dos produtos de nossa linha.​​

planta_quimica50.jpg

Planta Química

A partir do carbonato de lítio, produzimos o hidróxido de lítio mono-hidratado por meio de processos de centrifugação, cristalização e reação com óxido de cálcio. 

Todos os produtos passam por secagem, adequação granulométrica e embalagem antes de serem vendidos para o mercado nacional e internacional.

 

Um dos coprodutos gerados em nosso processo é o sulfato de sódio anidro, produto químico vendido para indústrias de diversos segmentos, como os de papel, vidro, couro, tecido, entre outros.

planta_quimica50.jpg
Controle equalidade

Controle de qualidade 

Todos os processos em nossas unidades de Mineração e da Planta Química passam por um rigoroso controle de qualidade que inclui análises dos insumos, das fases intermediárias dos processos, efluentes, rejeitos e produtos.

 

Dispomos de vários instrumentos de análise com destaque para aparelhos de absorção atômica,  ICP (espectômetro com plasma) e análise granulométrica a laser, que permitem a análise quantitativa dos diversos metais, impurezas e  outros elementos que controlamos.

SGI

Implementamos o Sistema de Gestão Integrada (SGI), com base nos requisitos estabelecidos pelas normas nacionais e internacionais de padronização. Saiba mais:

ISO 9001:2015 - Sistema de Gestão da Qualidade

ISO 14001:2015-  Sistema de Gestão Ambiental

 

ISO 45001:2018 -  Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional 

ABNT NBR 16001:2012 - Responsabilidade Social

Selo BV ESG 360

A integração é o ponto-chave do SGI, pois as estruturas das normas semelhantes fundem-se num único modelo de gestão. Desta forma, podemos mapear e integrar  todos os nossos processos com o objetivo de identificar oportunidades de melhoria e implementá-las para o alcance de resultados. Isso nos permite fazer um planejamento das políticas, dos objetivos e das metas de desempenho bem como definir procedimentos e processos operacionais.

planta_quimica19.jpg

Política SGI

As Políticas do Sistema de Gestão Integrado são compostas por documentos que explicam com clareza as nossas intenções e diretrizes relacionadas à Qualidade, Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional.

São documentos alinhados com a política geral da CBL, que expressam nosso comprometimento com a satisfação dos clientes, com a melhoria contínua dos nossos produtos e processos, bem como com os resultados e avanços dos controles ambientais, garantindo a segurança e integridade física de todos os colaboradores.

planta_quimica13.jpg
bottom of page